Close

junho 23, 2017

3 dicas que podem evitar a tragédia na sua festa de casamento

Eu considero o casamento como uma espécie de nascimento para uma nova etapa da vida, um marco, uma passagem de fase, um evento no qual o casal irá para abraçar uma nova vida. A individualidade cede espaço à cumplicidade, ao companheirismo e a VIDA A DOIS.

É um momento carregado de significados e simbolismos. O ANEL, um objeto sem começo e sem fim, representando a união duradoura do casal; o BUQUÊ representando a sorte de achar a pessoa amada para quem esteja com ele; o VÉU representando a separação da vida de solteira e da vida de casada; o BEIJO representando o compartilhamento da vida dos noivos; a FESTA representando a abundância e prosperidade, a MESA DE DOCES representando o romantismo e a leveza da cerimônia.

Uma data marcante como essa é única, especial, mágica. Todos os noivos desejam que seu dia, o dia do seu casamento, seja simplesmente inesquecível.

 

Tudo tem que sair PERFEITO!

 

Infelizmente não foi o que aconteceu no final do ano passado com casais da região de São José dos Campos e Jacareí. Segundo o jornal O Vale, ao todo foram registrados mais de 50 boletins de ocorrência de noivos que não tiveram seus contratos de fornecimento de Buffet de casamento cumpridos e tiveram seu pior pesadelo concretizado no dia da cerimônia mais importante de suas vidas.

Em algumas dessas cerimônias, os convidados pró-ativamente tiveram que fazer uma “vaquinha” e sair à procura de comida para amenizar o sofrimento dos noivos e dar prosseguimento à festa. Apesar de ninguém ter comido Mc Donalds, como na foto do post, esfihas, pedacinhos de goiabada, queijo e presunto tomaram o lugar do Buffet e da mesa de doces em algumas dessas festas.

 

É claro que coisas ruins, apesar de injustas, acontecem a todo tempo e, infelizmente, nós nunca achamos que pode acontecer conosco. Sei também que é um assunto incômodo pois, para muitos casais, o que aconteceu foi uma lástima, mas depois de refletir bastante, conclui que nenhum desses casais, por mais delicada que tenha sido sua situação, gostaria que isso se repetisse novamente.

 

Então, compartilho TRÊS DICAS SIMPLES que podem minimizar ou até mesmo evitar a ocorrência desse problema no seu casamento:

1. DESCONFIE DE PREÇOS BAIXOS: um dos fatos que mais me chamou a atenção é que a grande maioria dos casais indicou que o fator determinante para fechamento do contrato com a empresa que proporcionou tal experiência foi o preço inferior. O bom senso nos diz que o que é bom naturalmente custa mais caro e não é incomum que fornecedores que cobram preços baixos tenham menor comprometimento com prazos e qualidade dos produtos que entregam.

 

2. PESQUISE: uma análise da empresa envolvida mostrou que havia queixas de atrasos e baixa qualidade dos serviços prestados desde o início de 2015, ou seja, em tempo hábil para uma ação preventiva. Assim antes de fechar qualquer contrato, solicite a seu fornecedor referências e contatos de outros clientes, investigue possíveis reclamações da empresa nos principais sites de reclamação e verifique a avaliação do serviço nas mídias sociais.

 

3. AVALIE A INFRAESTRUTURA DO FORNECEDOR: prefira empresas bem estruturadas afinal, é muito menos provável que empresas que possuem pontos comerciais estáveis e com bom fluxo de pessoas tenham maior preocupação em zelar pelo seu nome.

 

Fica dado o alerta, se você tem alguma outra dica que possa ajudar uma futura noiva, deixe registrado nos comentários. Não podemos ficar calados, as pessoas precisam conhecer os meios de se protegerem.

 

Se você possui alguma amiga que irá casar, COMPARTILHE essa história e GARANTA que ela está tomando todas as ações necessárias para evitar esse pesadelo.